Holanda

Destino de férias de paisagem
Fotos de: Holanda
Mapa de localização
Aeroportos
Hotéis e outros Alojamentos
Campos de Golfe
O que visitar
Onde Comer
Onde Divertir
Consulados & Embaixadas
World Nomads
O Seguro de viagem com as maiores coberturas

Holanda
Os Países Baixos é um país constituinte do Reino dos Países Baixos, composto por doze províncias na Europa Ocidental e três ilhas no mar das Caraíbas. A parte europeia dos Países Baixos faz fronteira com o Mar do Norte a norte e a oeste, Bélgica a sul, e a Alemanha a leste, fazendo fronteira marítima com a Bélgica, Alemanha e Reino Unido.
O país é uma democracia parlamentar organizada, como um estado unitário. A capital dos Países Baixos, mandatada pela Constituição, é Amsterdão, no entanto, a sede do governo fica em Haia.
Os Países Baixos, na sua totalidade é muitas vezes referida como a Holanda, que no uso estrito, refere-se apenas ao Norte e Holanda do Sul, duas das suas províncias, no entanto o uso antigo é geralmente aceite.
Língua oficial
Holandês
Moeda
Euro
Documentação
Os visitantes residentes nos Países pertencente à União Europeia, não necessitam de visto turístico nem de passaporte, bastando simplesmente o cartão de identificação nacional do país de residência.
Todos os outros, deverão possuir:

Passaporte: Deve-se apresentar passaporte com validade mínima de seis meses a contar da data do embarque.
Visto: Para visitantes de alguns países não pertencentes à União Europeia não precisam de visto para visitar a Holanda, desde que a estadia não pode ultrapasse o limite de três meses em território francês ou dos países da União Européia signatários da Convenção de Schengen (Alemanha, Grécia, Espanha, Itália, Áustria, Portugal, Finlândia, Suécia, Noruega, Bélgica, França, Dinamarca, Islândia e Luxemburgo).
Nota: visitantes provenientes dos territórios ultramarinos e as viagens com estadia superior a 90 dias necessitam de visto.
Seguro-saúde: É necessário estar coberto por um seguro-saúde e de repatriamento internacionalmente reconhecido no valor mínimo de 30.000 euros, válido para todo o território Schengen. O seguro pode ser comprado pela internet ou em agências de viagem; alguns cartões de crédito o oferecem sem custo.
Hospedagem: Para visitas particulares, familiares ou turísticos, pede-se comprovativo de reserva em hotel ou atestado de acolhimento (este deve ser solicitado à esquadra de polícia pela pessoa que irá oferecer a hospedagem; o original deve ser assinado pelo chefe de polícia que o concedeu e visado pelo serviço de vistos do Consulado Geral). Estão isentos os estrangeiros em viagem de caráter humanitário ou cultural, em contexto de emergência médica, em visita para funeral de pessoa próxima, cônjuges e filhos de holandeses ou de cidadãos da Comunidade Europeia.
Turismo
A Holanda é uma terra de dois cenários distintos, ambos igualmente atraentes e que já fazem parte do imaginário de quem se prepara para conhecer o país.
A capital, Amsterdão, é o símbolo do pensamento progressista e da tolerância. Representa uma visão pragmática de um povo que no passado conquistou territórios em grandes navegações, deixando marcas importantes no mundo. A partir de Amsterdão, é possível fazer passeios de um dia para um mundo idílico e pastoril.
Na programação, não deixe de incluir uma visita ao conjunto de moinhos Kinderdijk, ao parque de tulipas (e milhares de outras flores) de Keukenhof – se for na primavera – e a Delft, terra das famosas porcelanas e do pintor Jan Vermeer. Um dos melhores acervos de arte do país está em Haia, sede do governo.
A Mauritshuis, ou Casa de Maurício de Nassau, guarda obras de Rembrandt e Frans Hals, entre outros mestres. Aliás, se quiser ver o melhor da produção deste último, vá até Haarlem e visite o fantástico museu que leva o seu nome.
Por falar em arte, imperdíveis são o Rijksmuseum e o museu Van Gogh, dois dos melhores do mundo e o que é melhor, são quase vizinhos no belo Museumplein de Amsterdão. E aproveite o tempo que permanecer na cosmopolita Amsterdão para serpentear pelos canais – a cidade é construída sobre uma barragem, com elaborado sistema de diques e represase deixar-se embriagar bela beleza da arquitetura e provar delícias como stroopwaffle, um biscoito recheado com uma rica camada de caramelo, e o queijo gouda maturado.
A maioria das pessoas que viaja à Europa acaba por passar numa primeira ou segunda oportunidade pela Holanda. E quando dizemos Holanda, normalmente ficam duas ou três noites em Amsterdão. Este é realmente um período aceitável para passar pelos museus, parques e passeios da capital, mas não deixe de explorar outras regiões do país. Acrescente dois dias para conhecer cidades próximas à capital, como Haarlem, a turística Volendam (com casas típicas), Leiden (terra natal de Rembrandt) ou Lisse (onde está o parque de flores De Keukenhof); um dia para dividir entre Haia e Delft e outro para ver os moinhos de Kinderdijk e jantar em Roterdã. Com mais tempo, dedique p seu tempo à Utrecht e ao leste do país, em cidades históricas como Arnhem e Oosterbeek.
Gastronomia
Bom, sejamos sinceros, ninguém vai à Holanda para ter jantares memoráveis. Os queijos como os nacionais Edam e Gouda são maravilhosos, os biscoitos recheados stroopwaffle são divinos e o arenque e enguia defumados possuem fãs em toda a Europa. Isso sem se esquecer das óptimas cervejas locais, que fazem a festa dos turistas. Mas o que fica na lembrança são muitas batatas e os omnipresentes broodjes, as sandes que tanto gostam à hora do almoço. Melhor opção então são os muitos restaurantes étnicos no país. Numa pequena rua de Noordwijk aan Zee, no litoral, encontram-se, lado a lado, restaurantes especializados em comida mexicana, chinesa, japonesa, tailandesa, grega, grelhados, cozinha internacional, francesa e, entre uma e outra, sorveterias, bares no estilo pub e cafés.
Frequentemente vê-se aqui e ali placas shoarma em letras chamativas, que nada mais é que o nosso velho conhecido churrasquinho grego. Outra boa opção são as casas indonésias, abertas por imigrantes vindo desta antiga colónia dos Países Baixos.
Clima
A Holanda, com a sua longa costa no Mar do Norte, tem um clima marítimo moderado. A influência do mar garante que o país não passe muito frio no inverno nem muito calor no verão e que sempre haja humidade suficiente no ar para uma chuva fraca.
Os verões são suaves com picos de 25°C e os invernos são frios com geadas frequentes e névoas, mas não rígidas com temperaturas mínimas em torno de 0°C. Amesterdão tem um clima ameno, mas o tempo é muito variável, mesmo no verão.
As chuvas são constantes em todos os meses do ano. Os Países Baixos têm uma média de 184 dias de chuva por ano, mensalmente variando de 18 dias de chuva no mês de Novembro para os 13 dias de chuva no mês de Abril. A neve cai entre Novembro e Abril. Em média os Países Baixos têm 25 dias de neve por ano. Os meses de Janeiro e Fevereiro são aqueles com mais dias de neve. Estes meses têm cerca de 6 dias de neve.
Segurança
As condições de segurança são boas. Não existem problemas específicos de segurança na Holanda. É um país bem policiado, e com hábitos e atitudes de segurança bem enraizados. Existe no entanto um sistema de avaliação de riscos terroristas em níveis progressivos.
O consumo, a detenção e o comércio de estupefacientes (incluindo as drogas leves) são proibidos e punidos pela Lei holandesa. O consumo de pequenas quantidades (até 5gr) de drogas leves, dentro de condições restritas, designadamente nas chamadas “coffeshops” é tolerado, mas a exportação de qualquer quantidade é proibida e punível. Comprar droga de qualquer tipo a vendedores ambulantes é extremamente arriscado.
Saúde
As condições sanitárias e a rede hospitalar são excelentes.
Os cidadãos deverão pedir a emissão do Cartão Europeu de Seguro de Saúde, documento que assegura a prestação de cuidados de saúde que se tornem clinicamente necessários durante a estada no território de outro Estado membro. O cartão não abrange as situações em que a pessoa se desloca a outro Estado com o objectivo de receber tratamento médico.
Em caso de necessidade de assistência médica em férias, nos países da UE, os cidadãos nacionais têm direito às prestações médicas previstas na legislação do país de destino/acolhimento. O reembolso dos tratamentos médicos e dentários efetuados junto dos estabelecimentos acreditados pelo seguro de saúde, assim como dos medicamentos, será feito de acordo com os diferentes sistemas nacionais.
Qualquer cidadão português poderá ser assistido, em caso de emergência médica, em todos os hospitais da Holanda. A factura será enviada, posteriormente, para o endereço da residência.
Telecomunicações e Eletricidade
Telemóveis
O uso de dispositivos móveis pode ser usado caso tenha o roaming ativado, contudo, atenção a encargos muito elevados de roaming.

Internet
A Holanda está bem servida de serviços de internet, existem vários cybers-cafes com conexões de alta velocidade.
No caso de se ter um laptop ou notebook, existem inúmeros cafés que disponibilizam a conexão wi-fi gratuita.

Eletricidade
A eletricidade é de 220 Volt 50 Hz e com tomadas para fichas de dois pinos.
Aconselha-se munirem-se de um kit de adaptadores para as fichas.
Outros destinos turísticos em:
Países Baixos
Amesterdão
Roterdão

Outros destinos turísticos mundiais

Finlândia
Finlândia
Belize
Belize
Ilhas Maurícias
Maurícias
Ilha Graciosa - Açores
Portugal

Destinos de cidade e escapadelas de fim de semana

Londres
Reino Unido
Colombo, Sri Lanca
Sri Lanca
Bolonha
Itália
Huanchaco
Peru

Porquê reservar com TURIS BRASIL
Os melhores preços
As nossas parcerias com os maiores operadores mundiais, oferecem uma pesquisa dos melhores preços de mercado.
Mais opções
No Rotas Turísticas pode reservar o hotel, comprar a passagem aérea, reservar o transfer do aeroporto para o hotel e vice-versa, reservar as excursões locais, alugar o carro, fazer o seguro de viagem e consultar os locais a visitar e onde ir
Dicas & Destinos de férias
Centenas de destinos de férias com todas as opções que lhe permitem facilmente escolher o destino que melhor combina com as suas férias de sonho.


Siga-nos nas redes sociais